(21) 97575-0314

Untitled-design-3.png

O que são playgrounds e sua história. + [04] benefícios para a vida das crianças.

“O que são playgrounds?” – Essa é uma pergunta que muitos responsáveis, pais e profissionais da saúde e da educação tem feito ao conhecer as vantagens e benefícios desses brinquedos na vida dos nossos pequenos. O fato é que os playgrounds e sua história vão muito além de só brincadeiras!

Os parquinhos de madeira já possuem anos de presença na área do desenvolvimento infantil.

Cada vez mais os seus benefícios se tornam mais claros para a vida dos nossos pequenos!

Você sabe o que é um playground? Conhece a história desse instrumento de desenvolvimento e diversão?

Saiba que os playgrounds são muito mais que apenas brinquedos – são ricos de uma carga histórica gigantesca que ultrapassa os momentos de lazer e sendo construídos com raízes na psicologia e estudos de profissionais do desenvolvimento infantil – levando situações apropriadas para aplicar conteúdos metodológicos treinando as áreas:

  • motoras; 
  • mentais;
  • psicológicas;
  • sociais. 

Observando tamanha importância – Nós, da Phd playgrounds – temos o prazer de, através desse artigo, lhe aproximar mais da história e noções desses brinquedos que são tão importantes para o desenvolvimento de adultos saudáveis!

“brincar é a mais alta forma de pesquisa”- Albert Einstein.

Os Playgrounds e sua História – Entenda como foi o surgimento!

Playgrounds infantis, do inglês, “play”(que significa jogo, diversão) e “ground” (terra, pátio), a palavra playground, traduzida para o português, pode ser entendida como “pátio para brincadeiras”.

Em outras palavras, um playground é uma área ao ar livre para crianças, composto por uma grande variedade de brinquedos e equipamentos.

Como as crianças brincavam antes.

Antes que essa ideia fosse proposta e concretizada as brincadeiras infantis eram feitas no meio da rua ou próximas as casas onde as crianças moravam.

As crianças brincavam normalmente em ambientes onde poderiam ter contato com situações perigosas, como:

  • conteúdos perigosos;
  • Ambientes desprotegidos;
  • Até mesmo pessoas maldosas.

As crianças não tinham restrições quanto a lama, nem medo de quebrar um braço ao cair de um algum lugar alto.

As crianças chegavam em casa todas sujas e até as vezes machucadas depois dos momentos de brincadeiras.

Como se desenvolveu essa ideia

No século 19 psicólogos do desenvolvimento, como por exemplo Friedrich Fröbel, o criador da primeira pré-escola, se atentaram para a necessidade de um lugar para que as crianças pudessem brincar e enquanto brincassem pudessem desenvolver o quer lhes era ensinado.

Uma ideia do que era ensinado às crianças através desses parquinhos ou áreas de recreação eram as “boas maneiras”, pois elas deveriam ser educadas com seus colegas no decorrer das brincadeiras.

Outra coisas que era desenvolvida no meio deles era o incentivo para praticar as brincadeiras sem trapacear, frisando para eles que trapacear ou roubar é errado.

Os primeiros playgrounds.

Com a proposta dos psicólogos, no século 19, foram criados os primeiros projetos do que podemos chamar de playgrounds. As áreas de recreação foram ligadas à pré-escolas na Alemanha.

O primeiro parquinho público construído com esse propósito, foi instaurado em Manchester na Inglaterra, em 1859.

Já nos Estados Unidos o primeiro parquinho foi construído em São Francisco, mais precisamente no Golden Gate Parte no ano de 1887.

Com a criação do primeiro parquinho nos estados unidos foi instaurada a Associação Americana de playgrounds, que com o decorrer do tempo deu origem à Associação Nacional de Recreação e Parques.

Afinal, o que são playgrounds?

Os playgrounds são modelos de brinquedos que também podem ser chamados de parquinhos infantis.

Nesses parquinhos as crianças podem ter contato com estímulos que apenas os playgrounds podem conceder. Além de muito divertidos concedem um beleza única e atrativa.

São áreas de recreação e desenvolvimento infantil.

Porém, como já afirmado através desse artigo foram moldadas através de estudos e observações de psicólogos do desenvolvimento. Por fim, esses brinquedos podem cooperar muito para o desenvolvimento infantil.

Partes deles são muito conhecidas e fazem ou fizeram parte da nossa vida, como por exemplo os balanços e os escorregadores. Quem não lembra da infância quando se divertia nesses lugares e fazia amizades com crianças que talvez você nunca tivesse visto?

Playgrounds | internos e externos:

Os parquinhos não se limitam para apenas um tipo de ambiente. Sendo assim, esses brinquedos podem ser construídos tanto em ambientes externos quanto internos.

Playgrounds internos:

Os parquinhos internos, devido aos espaços internos serem reduzidos, em sua maioria são feitos de plástico. Eles são as escolhas mais feitas para em esses ambiente, pois, em sua maioria, eles são mais fáceis de transportar, além de, nesse caso, não ser necessário cimentar nem parafusar o solo.

Os playgrounds de plástico são indicados para crianças de idades mais baixas e baixa estatura. Isso se deve pela baixa resistência à peso que esses brinquedos oferecem.

Dependendo do ambiente, Os playground de madeira plástica também podem ser inseridos no seu ambiente. Eles possuem uma resistência maior à peso e pode ser utilizado para crianças de idade e tamanho mais avançados.

Playgrounds externos:

Os parquinhos externos são aqueles que são resistentes para ser utilizados por todas as crianças das mais variadas idades. Por esse motivo dever ser feitos de bons materiais e também que sejam construídos por uma equipe competente.

Os playgrounds externos podem ser feitos de madeira de eucalipto, madeira plástica e de ferro.

Esses parquinhos externos podem ser construídos em ambientes como parquinhos públicos, áreas de lazer em ambientes escolares, condomínios e até em ambientes residenciais.

O que observar na hora de montar o meu playground?

1- Playgrounds externos:

Para saber o que você deve observar, primeiramente, é importante que você saiba em que tipo de ambiente você deseja acrescentar o seu playground.

Os parquinhos feitos em ambientes externos são encontrados nos mais diversos ambientes, sejam eles de condomínios à escolas, parques públicos e casas.

Eles geralmente são feitos de forma a serem mais resistentes para aguentar mais crianças e crianças mais pesadas e maiores.

  • Escolha um bom material;
  • Calcular a distância entre os brinquedos;
  • Programar a manutenção periódica;
  • Estabelecer as regras de uso;
  • Fazer a vistoria adequada dos equipamentos;
  • Deixar um responsável supervisionando as atividades;
  • Instalar um piso adequado.

2- Playground interno:

Os playgrounds internos, por exemplo, são playgrounds mais utilizados por crianças mais pequenas e mais leves. Os playgrounds para essas idades devem ser e, geralmente, são de plástico. porém em ambientes como restaurantes eles já são feitos de materiais mais resistentes e em um tamanho muitas vezes maior. se você está pensando em adquirir um playground interno, nós te daremos algumas dicas:

  • Montar longe da porta: no caso de um restaurante ou lanchonete, deve-se montar os playgrounds distantes das portas de saída para evitar que a criança venha fugir para a rua.
  • Montar longe da cozinha: ainda pensando em lanchonetes e restaurantes, o mais indicado é que sejam montados longe da cozinha, onde os garçons passam constantemente, dessa forma, evitando que as crianças passem correndo e causem um acidente.
  • invista em um bom piso: em algum momento as crianças podem acabar caindo do playground e para evitar que sejam gerados acidentes.

 

Por que deveria investir em um playground?

1- Incentivo ao convívio social.

Ao encontrar com os amigos e colegas as crianças podem e conseguem desenvolver habilidades comunicativas e lições vitais para o desenvolvimento delas como indivíduos.

Uma das lições que são muito praticadas nesses ambientes são à cerca de aprender e dividir.

Muitas das vezes as crianças ficam extremamente relutantes em ceder um brinquedo para outra criança. Para que um mau-hábito seja corrigido a criança deve ter contato com esses estímulos e pode ser corrigida e ensinada através desses momentos de lazer.

As crianças devem e podem ser analisadas durante esses desenvolvimentos das brincadeiras nos playgrounds.

Cada criança transmite o que vive, o que sente e o que observa durante as brincadeiras. Isso tudo deve ser observado pelos profissionais, afim de ajuda-las à desenvolver e dessa maneira construir um indivíduo saudável.

2- Incentivo na prática de atividades físicas.

Enquanto a criança brinca ela corre, rola, pula, dança, escala e diversas outras atividades físicas que estão presentes na vida de nossos pequeninos que devem ser ativos dessa forma mesmo, pois é a natureza saudável deles.

Ao brincar a criança pratica exercícios que auxiliam no seu desenvolvimento motor e psicomotor. Incentivando a criança a “ser criança” gastando sua energia e precavendo em evitar o desenvolvimento de uma vida sedentária.

3- Contato com a natureza.

Nos dias atuais, as crianças que moram em ambientes urbanizados não possuem o devido contato com a natureza e seus benefícios ao ser humano.

É importante que a criança tenha contato com essa parte tão importante da vida no planeta terra e desde pequeno já venham ser implantados no ensino informações à cerca da ecologia. Pois com isso estará sendo formado um indivíduo com noção da importância e dos seus deveres referentes a toda vida presente no planeta terra.

Investir na criação de um jardim ou horta nas proximidades e arredores do parquinho trará, além de uma beleza inexplicável, o contato com a natureza que os pequenos tanto necessitam.

Leia Também: O impacto da jardinagem no desenvolvimento dos playgrounds

4- Incentivo imaginativo.

Com o contato com diferentes estímulos, como cores, formas e sentimentos as crianças podem acrescentar aquilo à cargas informacionais facilitando os processos imaginativos.

Nos parquinhos as crianças tem a oportunidade de se aproximar do lúdico, elas criam ideias baseadas em toda a carga informacional que elas possuem, gerando mais facilidade para absorver informações e avanço nas práticas criativas no futuro.

Adquira um Playground perfeito para o seu espaço!

Os playgrounds são áreas de muita diversão, mas exigem cuidado e muita atenção nos momentos de construção e – por esse motivo – você deve confiar em uma equipe que realmente vá entregar serviços de altíssima qualidade em cada ponto das construções!

A PHD Playgrounds possui uma equipe de profissionais com anos de experiências práticas no desenvolvimentos dos mais diversos planejamentos de parquinhos de Madeira RJ!

Se você entendeu a importância dos parquinhos para o desenvolvimento infantil e deseja que seus pequenos possam aprender se divertindo, mas com segurança e qualidade – então entre em contato conosco e marque já uma visita!

Fale com um dos nossos consultores e você será prontamente atendido para desenvolvermos essas áreas tão fundamentais!

FAQ (Perguntas Frequentes)

O que são playgrounds?

Os playgrounds são áreas de lazer para crianças, mas que – ao mesmo tempo – são áreas desenvolvidas por psicólogos e profissionais do desenvolvimento que possibilitam uma melhoras nas capacidades motoras, psicológicas, mentais e sociais da criança!

Por que os playgrounds são construídos ao ar livre?

No caso, existe a criação de playgrounds em ambientes externos e internos, isso depende muito do que o proprietário deseja. Sendo a mudança deles o que informa quais serão as propriedades daquele parquinho, assim sendo, qual material será utilizado para sua construção.

Qual o nome dos brinquedos no parquinho?

Existem diversos brinquedos, mas os mais conhecidos são a gangorra, o balanço, o escorregador e o gira-gira.

Por que as crianças brincam?

As crianças brincando conseguem desenvolver o seu autocontrole, habilidade indispensável para a vida adulta. As crianças brincam porque tem o desejo profundo de entender o mundo e através das brincadeiras oportunidades são oferecidas para que elas possam regular seus sentimentos, possam lidar com frustrações e se relacionem com outros.